Logo da Câmara de Vitória da Conquista
Imagem Câmara celebra Dia do Assistente Social em audiência pública

Câmara celebra Dia do Assistente Social em audiência pública

Câmara Municipal de Vitória da ConquistaAudiência PúblicaNotíciaChico EstrellaRicardo Babão

19/05/2022 22:11:00


A Câmara Municipal de Vitória da Conquista (CMVC) realizou na noite desta quinta-feira, 19, uma audiência pública em homenagem ao Dia do Assistente Social. A iniciativa é do mandato do vereador Ricardo Babão (PCdoB).

Em seu pronunciamento, Babão explicou que o dia 15 de Maio foi escolhido não só para valorizar os profissionais, mas também para evidenciar a luta daqueles que trabalham na garantia de direitos. Para o vereador, é necessário superar os desafios de integrar a assistência social aos demais serviços governamentais. “O Assistente Social é uma figura indispensável na luta pela igualdade e essa igualdade passa pela integração”, afirmou..

Contribuição e valorização profissional - A coordenadora do Núcleo de Base do CRESS – Sudoeste da Bahia, Fabiana Neves Costa, destacou a importância dos profissionais que trabalham para garantir políticas de direitos, diminuindo as disparidades sociais existentes no país e no município. Ela ressaltou as ações de luta da categoria na valorização do profissional que se empenha em trabalhar em favor do outro, oferecendo assistência às pessoas em situação de vulnerabilidade social. Ela ainda refletiu sobre a função normativa desses profissionais. “O dia 15 de maio não é somente para homenagear os profissionais, mas para repensar como a sociedade enxerga o trabalho desenvolvido pelo assistente social”, disse.

Assistentes Sociais precisam ser ouvidos - A assistente social Marília do Amparo defendeu a presença de assistentes sociais e psicólogos em escolas. “Na atual conjuntura de desmonte de direitos, a escola é um espaço que grita pela intervenção profissional das assistentes sociais”, disse ela, destacando a legislação que atualmente determina a presença desses profissionais no contexto escolar.  Segundo ela, os assistentes sociais, através de seu trabalho, são os profissionais que conhecem de perto a realidade da população. “Ouçam a categoria, pois é ela que conhece de fato a realidade da população”, finalizou.

Justiça social começa com assistência social - O advogado Rodrigo Santos participou do debate representando a Ordem dos Advogados do Brasil, subseção Vitória da Conquista. Ele destacou alguns processos em que atuou em parceria com os profissionais da Assistência Social para garantir direitos à população que recorreu à Justiça para resolver seus dilemas. “São trabalhos louváveis e que precisam do reconhecimento de toda a sociedade”, afirmou o advogado. Ele cobrou ainda o estabelecimento do piso salarial para essa categoria e lamentou a falta de assistentes sociais no Instituto Nacional da Seguridade Social (INSS). “Recentemente, eu tive mais de 20 processos parados porque não tinha assistente social para destravar recursos como BPC no INSS. Isso é lamentável! A gente precisa pautar essa situação porque justiça social começa com assistência social”, pontuou.

Assistentes sociais precisam ser valorizados - A gerente do Creas Central e CIDCA, Thais Macêdo, disse que a valorização dos assistentes sociais é de suma importância. “Não basta só reconhecer que o assistente social está ali na ponta. Cadê o reconhecimento monetário? Os assistentes sociais têm família”, apontou a gerente. Macêdo destacou que espaços como a audiência pública são de grande importância para a valorização da categoria. “São muitos os desafios que enfrentamos todos os dias A gente trabalha para a garantia de direitos”, finalizou ela.

A luta precisa continuar - A assistente social, Marta Valéria, participou do debate representando a Secretaria Municipal de Educação. Ela parabenizou toda a categoria e lembrou que o assistente social atua na garantia de direitos, exercendo essa função além dos limites do assistencialismo. “Precisamos continuar perseverando nessa luta, em memória de todos àqueles que passaram por essa jornada”, afirmou. Marta lembrou que o Governo Municipal contratou assistentes sociais para atuar na Rede Municipal de Educação e lembrou do protagonismo desses profissionais durante as chuvas do início de ano, que castigou a população da cidade.

Um olhar diferenciado – A representante da Secretaria Municipal de Saúde, Paula Sousa, ressaltou que os assistentes sociais têm um olhar diferenciado nos diversos ambientes por onde passa, focados nas questões sociais, sendo de grande importância também na área da saúde. “A nossa visão social numa unidade de saúde é diferenciada”, apontou.

A luta por mais infraestrutura no serviço social - A assistente social Charlene Barreto participou do debate representando a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social. Na ocasião, ela elencou algumas ações da gestão municipal que tem estruturado os órgãos de serviço social no município, como a construção do CRAS, no bairro Nossa Senhora Aparecida. Além desse empreendimento, Charlene lembrou também que a obra do Programa Conquista Criança está caminhando para a segunda etapa. Ela encerrou a participação destacando a importância da luta na garantia de direitos. “Ser assistente social é carregar um pouco do outro, sem importar quem seja o outro”, finalizou.

Profissionais de grande importância - O vereador Chico Estrella (PTC) falou da importância do serviço prestado pelos assistentes sociais, na defesa dos direitos da população. “Um profissional essencial para uma sociedade que preza pela vida do ser humano”, avaliou ele. Estrella agradeceu aos profissionais pela dedicação. “Agradecer por tudo o que fazem pela população de Vitória da Conquista”, finalizou.




Homenagens durante a audiência: 

 



Prestação de Contas Anual
Acesse o Prestação de Contas
  Live Offline
Rádio Câmara 90.3
Rádio Câmara 90.3
Facebook
Calendário

Janeiro 2023
0

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31