Imagem “A quem interessa a não abertura da CPI? Quem não deve não teme” diz Valdemir

“A quem interessa a não abertura da CPI? Quem não deve não teme” diz Valdemir

Câmara Municipal de Vitória da ConquistaSessão OrdináriaNotíciaPTValdemir Dias

19/06/2024 10:30:00


Durante o seu pronunciamento na Sessão Ordinária desta quarta-feira, 19, o vereador Valdemir Dias (PT) falou sobre o travamento na abertura da Comissão de Inquérito Parlamentar - CPI, destinam a investigação de fatos relevantes na secretaria de saúde do município, e lembrou que a instauração dessa investigação está prevista no regimento interno da casa, e que está sendo descumprido, “protocolamos a CPI como preconiza o regimento interno, a mesa colocou uma pedra em cima, temem e defendem a prefeita, se não temesse não colocaria tanta dificuldade” disse, e reforçou que ao dificultar a abertura da CPI, a câmara atua contra a lei, e que caso a situação não seja solucionada, serão obrigados a recorrer ao judiciário para se fazer cumprir a lei, e questionou “a quem interessa a não abertura da CPI? quem não deve não teme”.

Transferência de responsabilidade: Valdemir comentou também sobre um comunicado feito pela prefeita Sheila Lemos, na qual, diz que o governo federal é responsável pelo abastecimento na zona rural do município, por meio de carros-pipa, e que agora estaria cessando com o serviço, deixando a zona rural desassistida, “a prefeita tenta transferir a responsabilidade que é sua ao governo federal assim como fez com a dengue, a cidade foi campeã em casos de dengue e de morte” disse, e cobrou que a prefeitura assuma o seu papel, e deixe de usar redes sociais para tentar transferir as responsabilidades. O vereador lembrou que o governo federal atua quando há casos de calamidade, que não era o caso de Vitória da Conquista. Segundo ele, só no dia 18 de junho foi reconhecido o estado de calamidade, e que a partir daí a união vai entrar com os carros pipa. Disse ainda que no governo passado foram retirados os carros pipa, e que ao iniciar o atual governo, a situação foi regularizada, pois preza pelo atendimento à zona rural.

O vereador disse estar recebendo denúncias sobre a merenda escolar do município, “estamos recebendo reclamações de falta de leite nas escolas municipais, os alunos estão comendo bolacha e café, tem escola que só tem ovo de proteína”, e cobrou que a gestão se atente aos problemas da cidade, viabilizando qualidade na alimentação para as crianças das escolas municipais.

 

 



Prestação de Contas Anual
Acesse o Prestação de Contas
  Live Offline
Rádio Câmara 90.3
Rádio Câmara 90.3
Facebook
Calendário

Julho 2024
0

Seg

Ter

Qua

Qui

Sex

Sab

Dom

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31